Ata da Assembleia Extraordinária

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DO INSTITUTO CICLOBR DE FOMENTO A MOBILIDADE SUSTENTÁVEL, REALIZADA NO DIA 10 DE AGOSTO DE 2015, EM 2ª CONVOCAÇÃO, NA RUA DA CONSOLAÇÃO, 2542, CONSOLAÇÃO, SÃO PAULO, CAPITAL.

Aos dez dias do mês de Agosto do ano de 2.015, atendendo à convocação de seu presidente, foi aberta a Assembleia Geral Extraordinária, nos termos do Estatuto e Regimento vigentes, para deliberação dos itens da seguinte Ordem do Dia:

 

1 - Aprovar a proposta de programação da Instituição, submetida pela diretoria;

2 - Apreciar relatório anual da diretoria;

3 - Discutir e homologar as contas e o balanço aprovado pelo Conselho Fiscal;

4 – Aprovar a comissão organizadora do Processo Eleitoral;

5 - Assuntos gerais pertinentes ao Instituto Ciclobr.

 

  1. Abertos os serviços, foi realizada a leitura dos tópicos da Ordem do Dia e o Sr. Presidente comentou que, em relação aos itens 1, 2 e 3, que restaram prejudicados na última Assembléia Geral Ordinária por falta de publicidade de tais documentos em data anterior à realização da referida Assembléia, foram disponibilizados no site do Instituto na internet há cerca de 15 dias atrás.

 

  1. Ainda em relação aos tópicos da Ordem do Dia, o Sr. Presidente pediu aprovação dos presentes para que fossem abordados inicialmente os itens 4 e 3, nesta sequência, cuja participação dos convidados Sr. Alexandre Celini, contador contratado do Instituto, e Dr. Rogério Suzuki, advogado contratado do Instituto, era imprescindível, pois o Sr. Alexandre Celini não poderia permanecer na presente Assembléia após às 22h. Todos concordaram.

 

  1. Antes de adentrar ao tema do item 4 da Ordem do Dia, porém, a secretária ad hoc da Assembléia pediu permissão ao Sr. Presidente para que fosse lida a Ata da última Assembléia Geral Ordinária realizada em 07 de julho de 2015, para que todos pudessem assinar, lembrando que referido documento já havia sido enviado a todos que estava presentes na última Assembléia.

 

  1. Após a leitura, todos concordaram com o teor, com exceção do associado Renato Botelho que solicitou que fosse retificado ou excluído o item 17 da Ata que previa a realização da presente Assembléia Geral Extraordinária no dia 21 de julho de 2015, cuja realização não se fez possível considerando que o tema central da Assembléia seria a aprovação da empresa que conduziria o Processo Eleitoral das eleições do Instituto e que até a data prevista não havia sido possível definir a empresa prestadora do serviços, a despeito do esforços envidados pelos membros da atual Diretoria, o que foi reportado aos associados presentes na Assembléia Geral Ordinária de 07 de de julho de 2015 via e-mail. Assim, ficou acordado que este apontamento seria feito na presente ata, como assim o está.

 

  1. Antes ainda de entrar ao tema do item 4 da Ordem do Dia, o associado Renato Betalho questionou sobre a lista de associados cadastrados, pelo que foi informado pelos membros da atual Diretoria que ainda não havia sido concluída a digitalização das fichas, e o Diretor Administrativo Hamilton Takeda justificou a demora por conta de os cadastros estarem ilegíveis.

 

  1. O Sr. Presidente adentrou, finalmente, ao item 4 da Ordem do Dia. Explicou que durante o período em que buscavam empresas para prestar o serviço de conduzir o Processo Eleitoral do Instituto, o que estava sob responsabilidade do Diretor Adminsitrativo Hamilto Takeda, não recebeu indicações dos associados que estavam presentes na Assembléia Geral Ordinária de 07 de julho de 2015 e as empresas identificados pelo Direitor Administrativo ou apresentaram orçamento muito além do que era esperado que o Instituto pagasse ou informaram que não havia tempo hábil para realizar. Diante deste cenário, o Sr. Presidente informou que teve a idéia de convidar o advogado do Instituto, Dr. Rogério Suzuki, e o contador do Instituto, Sr. Alexandre Celini, para conduzir o processo, considerando que são profissionais idôneos e habilitados para realizar a tarefa e apresentaram orçamento mais acessível à realização dos trabalhos.

 

  1. O Sr. Presidente passou a palavra, então, para o Dr. Rogério Suzuki que explicou, em linhas gerais, como seria desenvolvido o processo de candidatura e o cronograma das eleições.

 

  1. Em relação à lista de associados, o Dr. Rogério Suzuki explicou que a informação de dados pessoas dos associados não deveria estar publicada no site sem a devida autorização de cada associados e, por este motivo, o correto seria manter uma listagem impressa dos associados na sede do Instituto para que os candidatos das chapas tenham acesso a esta informação e tendo questionado quanto à quantidade estimada de eleitores que participarão do processo eleitoral, foi informado pelo responsável da Comunicação do CicloBR, Felipe Aragonez de que esta quantidade seria apurada pela Diretoria da Instituição e comunicada antes da realização da Eleição mas que giraria em torno de 300 associados votantes.

 

  1. Foi questionado pelo sócio-fundador André Pasqualini o porquê da necessidade de indicação dos 08 membros que compõe a chapa no ato da apresentação da candidatura, considerando que somente os cargos de Presidente e Vice-Presidente são eletivos. Após longa discussão e exposição de motivos por parte do Dr. Rogério Suzuki ficou consolidada a orientação de que é preciso manter a transparência dos atos e intenções, razão pela qual as chapas deveriam indicar em suas inscrições todos os seus membros eletivos e indicados incluindo os 06 cargos de indicação do Presidente, para a apreciação dos associados eleitores.

 

  1. O sócio-fundador André Pasqualini questionou as alterações realizadas no Estatuto segundo as quais o poder de decisão estava concentrado somente nos cargos do Presidente e Vice-Presidente, porém, considerando que este tema não era pauta da Ordem do Dia, o associado Emiliano sugeriu que este assunto não fosse esquecido, mas revisto após as eleições e assunção dos cargos pela nova Diretoria, com o que todos concordaram.

 

  1.  A Comissão de Eleições foi aprovada por unanimidade e o Dr. Rogério Suzuki informou que nos próximos dias seriam divulgadas as datas e informações necessárias para a candidatura das chapas, o que foi confirmado pelo responsável da Comunicação do CicloBR, Felipe Aragonez que coordena as publicações no site do Instituto.

 

  1. Sobre a eleição dos Conselheiros Fiscais, o associado Gilberto Kyono sugeriu que estes cargos não fossem de indicação do Presidente, pois um fiscal tem a função de apontar eventuais erros da Diretoria e, se o Conselheiro Fiscal é indicado pelo Presidente possivelmente haverá uma maior tendência um favoritismo nesta fiscalização na fiscalização. O Dr. Rogério Suzuki e os demais concordaram com a sugestão e, portanto, os associados que se interessarem por compor o Conselho Fiscal poderão apresentar sua candidatura individualmente para votação separada da eleição para os cargos eletivos.

 

  1. Também foi acatada a sugestão do sócio-fundador André Pasqualini de poder indicar, entre os cargos de indicação, o mesmo associado de outra chapa. Neste caso, um associado poderá compor, dentre os cargos de indicação, mais de uma chapa.

 

  1.  Concluída a discussão do item 4, o Sr. Presidente introduziu, então, o tema do item 3 da ordem do Dia, que seria a aprovação das contas do Instituto. Além de divulgar os balancetes no site, o Diretor Financeiro Paulo Texeira também afixou os balancetes na sede do Instituto para que todos pudesse visualizar.

 

  1. O associado Renato Botelho questionou os valores referentes ao “PAGAMENTO ADMINISTRAÇÃO” estar diferente, em valor substancial, de um mês para o outro. O Diretor Financeiro Paulo Teixeira e o Sr. Presidente explicaram que este item refere-se às remunerações dos contratados do Instituto e que o valor alto justifica-se por ter sigo pago um valor de forma retroativa acumulada de vários meses anteriores.

 

  1. O associado Renato Botelho sugeriu que nos próximos balancetes fossem discriminados todos os itens relacionados ao “PAGAMENTO ADMINISTRAÇÃO” para tornar pública as remunerações de todos que trabalham sob relação de contrato com o Instituto. O Diretor Financeiro acatou a sugestão e pediu para o contador, Sr. Alexandre Celini, corrigisse este dados nos balancetes já apresentados e nos próximos.

 

  1. Após esclarecidas as dúvidas suscitadas na presente Assembléia sobre as contas, todos os presentes aprovaram em unânimidade as contas apresentadas.

 

  1. O Sr. Presidente passou a tratar, então, do item 1 da Ordem do Dia, que seria a Programação Anual de investimentos do Instituto. O Sr. Presidente reforçou que este relatório já estava disponível no site, mas, como alguns dos presentes não tinham tomado conhecimento do teor, o relatório foi lido integralmente. Diante da ausência de questionamentos ou impugnações por parte dos presentes, o relatório da programação anual foi aprovado por unanimidade.

 

  1. O Sr. Presidente passou a tratar, então, do item 2 da Ordem do Dia. Explicou que esta proposta já havia sido submetida para aprovação em uma reunião no início do ano e que por desconhecimento por parte dele e dos demais Diretores, não foi aprovada em uma Assembléia, como está disposto no Estatuto. Desta forma, foi informado que tudo já estava publicado no site e se colocou à disposição dos presentes para prestar esclarecimentos. Na ausência de manifestação dos presentes com questionamentos, a proposta de programação anual foi formalmente aprovada por todos por unanimidade.

 

  1. Finalmente, o Sr. Presidente introduziu o item 05 da Assembléia e o responsável pela Comunicação do CicloBR, Felipe Aragonez pediu a palavra para informar ao presentes um resumo das conquistas realizadas pela atual gestão no tocante à organização das documentações e formalidades do Estatuto, locação do imóvel para nova sede, novas parcerias com empresas como a Decathlon no apoio ao projeto SOS BIKE, avanço na visibilidade da Rota Márcia Prado, fazendo com que a Prefeitura Municipal assumisse as negociações junto à órgãos e entidades do Governo Estadual, desenvolvimento no novo site, dentre outras.

 

  1. Antes que fosse encerrada a Assembléia, o associado Samir pediu a palavra e indagou ao Sr. Presidente se ele sabia se o motivo de seu (do Samir) afastamento da atividade de mecânico no projeto SOS BIKE havia sido realizada em decorrência de denúncia de roubo. O Sr. Presidente negou que tenha chegado até ele qualquer denúncia desta natureza e pediu para que o Samir lhe enviasse um e-mail com as provas desta acusão, pois é demasiada grave e precisa ser investigada.

 

Nada mais havendo, o Presidente fez um resumo dos trabalhos do dia, bem como das deliberações, agradeceu pela participação de todos os presentes e deu por encerrada a reunião, da qual eu, Renata Oliveira, secretária ad hoc desta Assembléia, lavrei a presente ata, que foi lida, achada conforme e firmada por todos os presentes abaixo relacionados.

 

São Paulo, 10 de agosto de 2015.

 

___________________________________

Renata Cristina G. G. de Oliveira
Secretária Ad hoc

 

___________________________________

Daniel Patrícia Sanchez Labadia
Presidente




Últimas notícias:

Instituto CicloBR convoca associados para Assembléia

Instituto CicloBR convoca associados para Assembléia

Corrida com desconto na 99 vai ajudar na doação de equipamentos a ciclistas.

Corrida com desconto na 99 vai ajudar na doação de equipamentos a ciclistas.

A bike bonita na foto

Seleiconamos uma lista de alguns dos melhores fotógrafos do mundo da bike. Confira!

Doutores de Magrelas é selecionado para o 6º Fórum Mundial da Bicicleta

Projeto do Instituto CicloBR capacita pessoas em situação de rua em mecânica de bicicletas