Ata da Assembleia Geral Ordinária

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DO INSTITUTO CICLOBR DE FOMENTO À MOBILIDADE SUSTENTÁVEL, REALIZADA NO DIA 07 DE JULHO DE 2015, EM 2ª CONVOCAÇÃO, NA RUA DA CONSOLAÇÃO, 2542, CONSOLAÇÃO, SÃO PAULO, CAPITAL.

Aos sete dias do mês de Julho do ano de 2.015, atendendo à convocação de seu presidente, foi aberta a Assembleia Geral Ordinária, nos termos do Estatuto e Regimento vigentes, para deliberação dos itens da seguinte Ordem do Dia:

 

1 - Aprovar a proposta de programação da Instituição, submetida pela diretoria;
2 - Apreciar relatório anual da diretoria;
3 - Discutir e homologar as contas e o balanço aprovado pelo Conselho Fiscal;
4 - Nomeação da comissão de eleição;
5 - Assuntos gerais pertinentes ao Instituto Ciclobr.

 

1)    Abertos os serviços, previamente até à leitura dos tópicos e exposições iniciais, o Sócio-Fundador Ronaldo Toshio levantou questionamentos sobre não terem sido previamente disponibilizados na sede administrativa o Edital de convocação, Balanço e Planejamento Orçamentário do Ano 2.015, segundo o que não seria possível avaliar os itens 1 a 3 da pauta. 

2)    Nesta ocasião foram prontamente providenciadas cópias do Edital e do Balanço Anual para serem entregues a todos os presentes, bem como restou o compromisso de que a partir do dia 10 de julho de 2.015, à quaisquer associados interessados permanecerão cópias dos referidos documentos na secretaria da Sede Administrativa para consulta, caso haja o interesse.

3)    Em seguida, ainda em atenção aos questionamentos do Sócio-Fundador Ronaldo Toshio, foi informado pelo Diretor Financeiro Paulo Teixeira de que não havia um Planejamento Orçamentário fechado para o presente Exercício, o que foi confirmado pelo Sr. Presidente.

4)    Desta forma, em face do lapso ocorrido na disponibilização em tempo hábil dos documentos aos associados para apreciação, bem como da ausência do Planejamento Orçamentário do Exercício 2.015, o Sr, Presidente determinou que os itens 1, 2 e 3 da Assembleia restaram prejudicados e que deverão ser abordados posteriormente em Assembleia Geral Extraordinária a ser convocada com esta finalidade.

5)    Ainda antes de passar à exposição do Item 4 para apreciação, foi questionado pelo associado Renato Botelho quem seriam os membros da Diretoria da atual gestão, o que se seguiu da apresentação dos diretores e Presidente, sendo também questionada pelo Sócio-Fundador Ronaldo Toshio a vacância do cargo da vice-presidente Nataly Gonçalves que renunciara a seu cargo, o que foi prontamente respondido pelo Sr. Presidente que julgou que a questão suscitada, especialmente diante do Item 4 da pauta do dia, naquele momento seria irrelevante e inclusive, haja vista a inexistência de prejuízos pela vacância e da não contravenção específica aos preceitos Estatutários encontraria-se superada.


6)    Foi apresentado o item 4 do Edital e foi explicado o papel da Comissão de Eleição, sendo expostas as formas sugeridas para a nomeação dos membros desta Comissão, tendo sido estabelecido consenso de que a melhor opção seria a contratação de uma empresa externa para condução do processo eleitoral, sendo pedida a colaboração dos associados para que indiquem empresas de confiança para prestação de serviços de auditoria e apuração do Processo Eleitoral até sexta-feira, dia 10/07/2015, sendo instruídos os presentes a enviar suas indicações através de e-mail, a partir do que serão escolhidas 3 (três) empresas e solicitados orçamentos para a realização destes trabalhos até o dia 17/07/2015, tudo o que poderá ser acompanhado pelos associados interessados que serão informados sobre os passos do processo de escolha através dos e-mails preenchidos no cadastro da presente Assembléia e, após a devida avaliação, será publicada a vencedora no Site do Instituto.

7)    Acerca do tópico das Eleições, foi exposto pela Renata Oliveira que houve questionamentos acerca de quem que segundo orientações do advogado do Instituto seriam considerados associados, além dos sócios-fundadores, todos aqueles que estiveram envolvidos em algum projeto do Instituto devidamente aprovado em Assembléia, ou que tenham sido em ocasiões específicas associados por formas específicas, como por exemplo nas fichas de cadastro colhidas na Rota Márcia Prado, bem como os mecânicos e ex-mecânicos do SOS BIKES e demais pessoas que colaboraram na Virada Esportiva ou outros projetos, tendo assumido o Sr. Presidente o compromisso de apresentar os resultados do levantamento que está sendo realizado para apuração e cadastramento efetivo dos associados para divulgação em tempo hábil e anterior à data de abertura da convocação para registro das chapas à candidatura.

8)    Passou-se ao item 5 da pauta, tópicos gerais de interesse do Instituto, onde alguns dos presentes comentaram sobre a falta de conhecimento acerca dos projetos, tendo sido brevemente exposto pelo Felipe Aragonez os projetos do Instituto em andamento, tendo sido questionado pelo associado Emiliano a falta de publicidade destes projetos, tendo sido respondido pelo Felipe Aragonez que o site do CicloBR está passando por reformulação e, segundo informações do programador que está realizando este serviço, o novo site deverá estar no ar na semana no dia 13/07/2015.

9)    Ainda no item de tópicos gerais, foi comentado pelo Daniel Haase que hoje a receita do CicloBR ainda é a mesma o que foi prontamente respondido pelo Sr. Presidente que esclareceu que isto não era verdade, já que o Instituto conta hoje como fonte de receitas, com a verba do Bradesco Seguros para o projeto SOS BIKE, tendo sido novamente suscitado pelo Daniel Haase, Emiliano e Ronaldo Toshio de que estaria havendo falta de comunicação, pois sem saberem sobre os projetos em andamento e projetos embrionários do Instituto ninguém poderia oferecer ajuda.

10)    Ainda no quesito de Tópicos Gerais, foi questionado sobre o projeto SOS BIKE e os cortes de mecânicos realizados nos últimos meses, tendo sido esclarecido pelo Sr. Presidente bem como pela coordenadora do SOS BIKE Juliana Baroni, a exposição dos motivos pelos quais alguns dos voluntários foram “dispensados”. O que foi refutado pela associada Flávia, ex-mecânica do SOS BIKE, que alegou que o motivo de sua exclusão não foi correto, visto que ela estava utilizando o telefone para o serviço.

11)    Em seguida foi exposto pelo Sócio fundador Ronaldo Toshio que tanto a atitiude da Flávia, como a forma de abordagem da Juliana, coordenadora geral do SOS Bike, foram equivocadas e sugeriu revisão dos procedimentos internos. Neste momento o Sr. Presidente informou que existe um regulamento, tendo sido reforçado pela coordenadora Juliana que assim que ela assumiu o cargo reforçou pessoalmente a cada mecânico sobre os pormenores deste regulamento do Projeto SOS BIKE.

12)    O Rodrigo Vicentim expôs que entende que há muito trabalho a fazer no Instituto e recomendou que todas as informações sobre os detalhes dos projetos sejam divulgadas para que as novas chapas conheçam de antemão o perfil do trabalho demandado pela Diretoria do Instituto, sugerindo ainda que fossem convidados como conselheiros da Diretoria, os antigos sócios.

 
13)    A Cláudia, associada e mecânica do SOS BIKE, informou que não fica sabendo sobre os projetos para poder ajudar; também comentou que os mecânicos do SOS BIKE ficaram com receio de serem todos cortados com a alteração da coordenação do Takeda, que fora substituído pela Juliana. O Sr. Presidente informou que existe uma intenção de renovar todos os mecânicos, já que sua permanência nesta tarefa por muito tempo gera stress e falta de vontade em executar um trabalho bem feito, a contento do parceiro apoiado Bradesco Seguros.

14)    A Flavia comentou que tem medo que os SOS BIKES elejam a Diretoria atual nas próximas eleições movidos pelo receio de serem “cortados”, tendo sido prontamente informada de que isto não aconteceria, já que a votação é secreta.

15)    O Renato Botelho perguntou sobre a Rota Márcia Prado e o Sr. Presidente informou que as definições deste tópico passaram para a Prefeitura que, demonstrou interesse em assumir as negociações junto aos órgãos ligados ao governo estadual, o que vinha sendo desempenhado até então pelo Instituto sob esta gestão, mas com grandes dificuldades diante da resistência de alguns órgãos da Administração Pública, o que provavelmente será mais facilmente resolvido por um órgão com mais força, no caso, a Prefeitura.

16)    Ainda sobre o tópico assuntos gerais, a Renata Oliveira comentou que a reforma da sede está parada e que o intuito é manter as portas abertas para todos, entretanto, a falta de comunicação pode prejudicar muito o desenvolvimento de projetos como este.

17)    Ficou acertado que no dia 21/07 será realizada Assembleia Extraordinária para deliberação dos itens 1, 2 e 3, frustrados por estarem prejudicados na presente Assembléia, além de aprovação desta ata e a apresentação da empresa que vai compor a Comissão de Eleições.

Nada mais havendo, o Presidente fez um resumo dos trabalhos do dia, bem como das deliberações, agradeceu pela participação de todos os presentes e deu por encerrada a reunião, da qual eu, Renata Oliveira, secretária ad hoc desta Assembléia, lavrei a presente ata, que foi lida, achada conforme e firmada por todos os presentes abaixo relacionados.

 

São Paulo, 07 de julho de 2015.

 

___________________________
Renata Cristina G. G. de Oliveira
Secretária Ad hoc


____________________________
Daniel Patrícia Sanchez Labadia
Presidente

 




Últimas notícias:

Manifesto do CicloBr!

Repúdio contra a lei nº 16.738, de 7 de novembro de 2017

CAMPANHA BIKE GUARANI na Aldeia Tekoá Pyau Pico do Jaraguá

Doe seu dinheiro, doe sua bike, doe seu tempo!

É hoje o Dia Mundial sem Carro! Tome uma atitude!

Venha tomar um café da manhã conosco!

Bike Help Edição Especial - Semana da mobilidade

Os atendimentos são feito por mecânicos com selo CicloBR.